Tema interesante este el de la religión…Este texto me lo mandó Ricardo para que entendiera mejor su filosofía de vida y todos los años que pasó con miedo de pecar…
 
“Deus – não importa quem ele ou ela seja – nos criou pássaros. Perdidas as nossas asas, o desejo do vôo permanece na alma como sentimento puro à nostalgia, e a ela, a esse espanto perante o mistério da vida, a essa capacidade de se comover diante da beleza, o autor nomeia de “sentimento religioso”. Esse sentimento pode acontecer mesmo naqueles que não acreditam em Deus. Pois o que é acreditar em Deus? É ter idéias sobre Deus em nossa cabeça. O “sentimento religioso” é a cigarra que arrebenta a sua casca dura e voa para o amor. É como o vento – nós o sentimos quando ele vem, mas não é possível possuí-lo. As religiões, ao contrário, nascem do desejo humano de possuir o vôo dos pássaros. Para isso constroem gaiolas feitas com palavras. E é dessa pretensão que surge a intolerância, a arrogância, o dogmatismo, as perseguições e os mais sinistros tipos de fanatismo. Este livro não é sobre o sentimento religioso ou os pássaros em vôo. Mas sim sobre as gaiolas que as religiões constroem para aprisionar o vôo dos pássaros.”

(Sinopse: Rubem Alves, Religião e Repressão – Edições Loyola)

Advertisements