Mme Picard era de opinião que uma criança pode ler tudo: “Um livro nunca faz mal quanto é bem escrito”.  Em sua presença, eu pedira certa vez licença para ler Madame Bovary e minha mãe assumira a sua voz mais musical: “Mas se meu benzinho ler êsse gênero de livro em sua idade, o que fará quando fôr grande?” – “Vou vivê-los!”  Trecho do livro As Palavras (Le Mots), de Jean-Paul Sartre.
 
Concordo plenamente com a Mme. Picard!
 
 
Advertisements