Ele é jovem, pele clara, bonito, cabelo curto e barba.  Anda pela avenida com um ar de felicidade que contagia.  Afinal, são 11 horas da manhã e o stress já tomou as ruas da cidade cardíaca.  Ele está com uma linda menina, de uns 3 anos, cabelos encaracolados e olhos curiosos.  “Pai, o que é isso?”, pergunta.  “É um helicóptero filha”, responde o pai.  Ele passa a mão na cabeça do cão que os acompanha.  Um lindo labrador.  À medida que passam pelo mar de gente, todos (todo mundo MESMO!) ficam assombrados.  Quem passa depressa por eles, se vira para continuar tendo essa visão tão linda.  Ninguém tinha visto tamanha felicidade.  Ninguém tinha visto uma linda menina, um cão maravilhoso e um carinhoso pai sem braços nem pernas andando de cadeira de rodas com a menina no colo.

Advertisements