A magia do cinema passa pelo inesperado.  Uma descarga de adrenalina no momento certo, uma música que toca naquele segundo e que estimula todos os sentidos.  Quem não se emociona ao ouvir a música do Star Wars, ou fecha os olhos ouvindo a música de Psicose?  Quem pode esquecer cenas como quando a personagem principal do filme Incendies (do diretor Denis Villeneuve), vivida pela maravilhosa Nawal Narwan, ve na tatuagem do pé de um desconhecido, o homem que a estuprou inúmeras vezes quando ela estava presa?  Quem não lembra da cena de Rosemary’s Baby do Polanski, quando a Mia Farrow olha por primeira vez o seu bebê?

Quando penso em cinema penso naqueles filmes que ficaram na minha memória. Aqueles que eu posso assistir um milhão de vezes sem me cansar.  Não consigo entender as pessoas que dizem “Não, eu já assisti esse filme” quando perguntados se estão afim de ver uma obra prima como Oldboy.  Eu mesma já assisti Oldboy umas dez vezes! O mesmo acontece com a literatura, mas isso é tema para outro post.

Sou amante de cinema e de diretores.  Também sou amante de atores, mas os diretores vêm primeiro.  São tantos! Martin Scorsese, David Lynch, Clint Eastwood, Karim Ainouz, Woody Allen, Sophia Coppola, Tim Burton, Kar-Wai, Michael Haneke, Fellini…melhor parar por aqui.  Stanley Kubrick não está entre meus favoritos, mas agora percebo que gosto muito do The Shining, 2001, The Clockwork Orange.

Sim, claro que fui ver a exposição Stanley Kubick no MIS e fiquei impressionada.  É uma viagem intergalática por 16 salas temáticas que te transportam aos diferentes filmes desse diretor americano que começou trabalhando como fotógrafo aos 16 anos.  São documentos, fotos, figurino, props usados nos filmes, histórias de esse diretor morto em março de 1999, mas que deixou um legado maravilhoso para os amantes do bom cinema.  Vale muito a pena ir lá e ficar viajando…uma verdadeira odisséia cinematográfica que te deixará com uma vontade imensa de assistir pela vigéssima vez The Shining!

Museu da Imagem e do Som.  Até 12 de janeiro de 2014.

Advertisements